Horário de Atendimento: Segunda à sexta-feira das 08h às 12h e das 13h às 17h
Acessibilidade
Ouvidoria
Webmail

Símbolos

Símbolos

Os Símbolos Municipais são definidos pelo Artigo 1.º da Lei 189 de 25 de Novembro de 1970, sancionada pelo Prefeito Zacarias Mendes de Paula, sendo a Bandeira Municipal, o Brasão e o Hino Municipal


A BANDEIRA MUNICIPAL DE CONTENDA:


A Bandeira Municipal de Contenda é definida pelo Artigo 6.º da Lei Municipal n.º 189/1970, e é dividida em quartéis de azul, constituídos por quatro faixas amarelas carregadas de sobre-faixas verdes, dispostas duas a duas em banda e em barra e que partem dos vértices de um retângulo branco central onde é aplicado o Brasão Municipal.

O estilo da Bandeira Municipal de Contenda, obedece à tradição heráldica portuguesa, da qual o Brasil herdou os cânones e regras, e entre os seus diversos estilos (oitavado, sextavado, esquartelado ou terciado), foi escolhido o esquartelado, isto é, o constituído por faixas que unem os cantos da bandeira e se entrecruzam ao centro, em cuja intercessão é aplicado o retângulo reservado para o brasão.

O Brasão ao centro da bandeira simboliza o governo municipal e o retângulo onde aquele é aplicado, representa a própria cidade, sede do município. As faixas simbolizam o poder municipal que se expande a todos os quadrantes do território e os quartéis assim constituídos, representam as propriedades rurais existentes no território municipal.

Quando da inauguração de uma bandeira em solenidade cívica, poderá ser designado um padrinho ou madrinha, benção especial, seguindo se o hasteamento com execução da marcha batida, ou Hino nacional, ou Hino Municipal, para em seguida poder-se ao juramento feito pelos padrinhos aos símbolos Municipais, versando nas seguintes palavras : “ Juro honrar, amar e defender os símbolos municipais de Contenda, e pugnar pelo Engrandecimento desta cidade, com lealdade e perseverança;”.

As Bandeiras velhas ou rotos serão incinerados de conformidades com o disposto no art.º 33 do decreto da Lei nº 4.545 de 31 de julho de 1942, determinando-se a data de 19 de novembro de cada ano para tal fim


 

O BRASÃO MUNICIPAL
 

O Brasão de armas do município de Contenda, definido pelo Artigo 19 da Lei 189/1970, elaborado de conformidade com as regras da heráldica, foi concebido e inspirado por ilustres cidadãos da localidade que forneceram ideias, opiniões e elementos de composição suficientes para simbolizar de composições suficientes para simbolizar a origem, a formação, a estrutura e a evolução da cidade, tornando este escudo, através dos seus componentes gráficos e da sua mensagem visual, o símbolo Egrégio que dar avante representará oficialmente o município e seus poderes constituídos.

A sua descrição, em termos atualizados, é feita da seguinte, maneira: o Estado obedece, em sua forma, ao estilo “ semítico”, encimado pela coroa mural republicana, de cinco torres de argente, o fluido do escudo é prateado, aparecendo em destaque uma cruz em amarelo e que divide o Brasil em quatro setores representativos, sendo superiores menores que os inferiores, e tendo cada um dos quadros a finalidade de emoldurar uma determinada expressão simbólica.

O sombreado lateral do escudo é na cor azul, que também se utiliza na faixa inferior, para incluir o topônimo Contenda, ladeado pelas datas “14/11/51 e 14/12/52”. Como suportes, ambos os lados do escudo, hastes de cereais em amarelo e verde, sendo a da direita de milho e da esquerda de trigo.

Tem a seguinte interpretação simbólica:

a) o escudo Semítico, usado para representar o Brasão de Armas de Contenda, corresponde ao tipo de escudo que usava o povo sannita na antiga Itália e que serviam de modelo mais tarde para a heráldica francesa, a qual influenciou os estilos de Portugal, introduzidos no Brasil dando assim, características desta tendência à própria heráldica brasileira;

b) A coroa mural que sobrepõe é o símbolo universal dos brasões em países republicanos, e sendo esta de prata, de cinco torres, dos quais apenas três são visíveis em perspectiva no desenho, classifica a cidade como sede de município.

c) O metal prateado do campo do escudo simboliza em heráldica a paz, amizade, prosperidade e pureza;

d) a cruz em amarelo- ouro, representa a expressão máxima de fé cristã do povo de Contenda, sendo que a divisão do campo em quarteis por meio desta cruz foi proposital e tinha por finalidade que cada um dos quatro setores resultantes, e seus correspondentes simbolismos, aparecessem ao fundo deste símbolo por excelência, ficando a mensagem gráfica existente atrás dela, sob o eterno amparo e proteção do signo da crucificação. A cor amarelo-ouro utilizada na cruz, como no restante dos elementos que aparecem com esta tonalidade no Brasão, simboliza por sua vez, a gloria, esplendor, riqueza, grandeza e mando.

e) no quartel superior esquerdo, consta a figura tradicional de uma carreta, representando o passado, e com ele as inumeráveis antecessores do povo de Contenda, que com seu esforço anônimo e silencioso , através do tempo, tornaram possível a existência da moderna e progressista cidade de hoje.

f) O quartel superior direito, o trator de nossos dias oferece configurando não apenas o presente, como também a arrancada para o futuro, e que de certa maneira estabeleceu uma simbiose com a carreta, sua precursora.

g) O quartel inferior esquerdo, contem duas simbologias altamente definidoras da estrutura agrícola de Contenda, sendo a principal, a perspectiva ilimitada de um campo cultivado de batatas, tubérculo predominante na economia rural da região. A folhagem verde representa fartura e generosas colheitas, e no alto do mesmo quarte, aparece um sol radiante que simboliza o calor da esperança e a chama eterna da fertilidade do município.

h) O quartel inferior direito é reservado para três distintivos ou estandartes comas dominações: União-Trabalho-Progresso, entrelaçados por meio de argolas que se tornam inseparáveis, como inseparáveis são também do espirito do povo de Contenda esses três lemas escritos e incorporados no Brasão, que se transformam, assim em regras de procedimento e compromisso de honra.

i) Nos armamentos exteriores, as hastes de milho e trigo ao natural, lembram no Brasão outros dos principais produtos oriundos da terra dadivosa e fértil.

j) Finalmente, a faixa inferior, ondulada, em cor azul, representa o símbolo heráldico da justiça, nobreza, perseverança, zelo e lealdade, e em letras de tonalidade argente, qual a coroa, inscreve-se o topônimo identificador “Contenda”, ladeado pelas datas que assinalam a sua emancipação politica “14/11/51” e sua instalação “14/12/52”.                     

 


 

HINO MUNICIPAL


Letra - Hildemar Cardoso Moreira e José Pereira / Música - Reynaldo Valascki

Descendente do audaz imigrante
Que aportou neste lindo rincão
Nasce a gente altaneira e gigante
Bandeirante do agreste sertão
Hoje os filhos da raça pioneira
Trabalhando com força e ardor
Honram as cores da nossa bandeira
No trabalho, na fé e no amor.

Estribilho
Fostes vila em setembro
E cidade em novembro
E teu povo sempre ordeiro
Fez de ti grande celeiro

Trabalhando sem parar
Nunca deixa de cantar
Contenda amada, Contenda amada,
Terra por Deus abençoada.

Nestes campos e nestas serras
Onde a vida feliz se refaz
Veio o filho de outras terras
Encontrar o abrigo e a paz
E a bênção de São João teu padroeiro
Fez brotar as riquezas do chão
És orgulho do povo brasileiro
Oh Contenda, querido torrão.

Fostes vila em setembro
E cidade em novembro
E teu povo sempre ordeiro
Fez de ti grande celeiro

Trabalhando sem parar
Nunca deixa de cantar
Contenda amada, Contenda amada,
Terra por Deus abençoada.


OUÇA NOSSO HINO:


140401174049_3_hino_de_contenda.mp3


P
artitura do Hino de Contenda